Juan Downey, Nostalgic Item, 1967. Grafite e lápis de cor sobre papel, 22 x 30 polegadas, (55.9 x 76.2 cm). Juan Downey Foundation, Nova York.

Juan Downey, Nostalgic Item, 1967. Grafite e lápis de cor sobre papel, 22 x 30 polegadas, (55.9 x 76.2 cm). Juan Downey Foundation, Nova York.

Share

Em Americas Society—This Must Be the Place: Latin American Artists in New York, 1965–1975

Uma exposição coletiva, com inauguração em 22 de setembro de 2021, explora as obras de uma geração de artistas que ajudaram a transformar Nova York no centro de arte que é hoje.

Em exibição de

22 de setembro de 2021 a 18 de dezembro de 2021 (Parte 1)

19 de janeiro de 2022 a 15 de maio de 2022 (Parte 2)

Curadora: Aimé Iglesias Lukin.

Curadoras assistentas: Mariana Fernández, Tie Jojima e Natalia Viera Salgado

Visitas de imprensa: Entre em contato e marque hora de visita com mediarelations@as-coa.org

Lea en español.

Read in English.

Nova York, NY, 11 de agosto — Americas Society apresenta This Must Be the Place: Latin American Artists in New York, 1965–1975, uma exposição coletiva de duas partes que explora as obras de arte, apresentações e práticas experimentais desta geração de artistas, bem como a sua participação na cena artística local.

Ao diversificar a vida artística da cidade, esses artistas ajudaram a transformar Nova York no centro de arte global que é hoje. As obras de arte apresentadas nesta exposição são centrais para compreender a paisagem social e política nas Américas e as tensões e pontes entre o Norte e o Sul, explorando temas de migração, identidade, política, exílio e nostalgia.

A exposição apresenta mais de 40 artistas da América Latina e do Caribe. Além disso, a exposição destaca as importantes contribuições e iniciativas de solidariedade de grupos e coletivos como CHARAS, Taller Boricua, Feira Latino-Americana de Opinião, Uma Noite com Concerto de Salvador Allende, Brigada Ramona Parra, Contrabienal, Cha/Cha/Cha, Jovens Cineastas Fundação, Young Lords e El Museo del Barrio.

Para mostrar a amplitude da produção artística do período, a exposição será apresentada em duas instalações rotativas com a mesma lista de artistas, mas com obras distintas: a primeira instalação ocorrerá de 22 de setembro de 2021 até 18 de dezembro de 2021, e a segunda do 19 de janeiro de 2022 a 14 de maio de 2022.

"Suas contribuições revelaram uma cena mais diversa e cosmopolita do que é tipicamente retratada na historiografia da arte americana do pós-guerra", diz Aimé Iglesias Lukin, diretor da Americas Society e curador-chefe de artes visuais e curador da exposição, participando ativamente de movimentos artísticos experimentais, incluindo minimalismo, conceitualismo e o movimento Fluxus, desafiaram a compreensão folclórica da produção artística latino-americana promovida pela maioria das instituições culturais dos Estados Unidos e do mercado de arte. “Para esses artistas, 'Latino-americano' não era um selo com o qual eles necessariamente se identificavam antes de chegar a Nova York, mas sim um que se tornou relevante por experiências compartilhadas e um novo sentido de afinidade”, diz Iglesias Lukin.

A exposição será acompanhada por duas publicações: um guia da exposição ilustrado com um texto curatorial junto com a lista completa das obras da exposição, a ser publicada em setembro de 2021, e um livro separado destacando as vozes dos artistas e os documentos da época que será publicada em janeiro de 2022, para a inauguração da segunda instalação da exposição. Esta publicação é publicada em parceria com o Instituto de Estudos de Arte Latino-Americana (ISLAA).

Americas Society realizará uma série de programas públicos, presenciais e virtuais que acompanharão a exposição, incluindo painéis de discussão, apresentações e visitas gratuitas a galerias.

A apresentação de This Must Be the Place, é financiada, em parte, por fundos públicos do Departamento de Assuntos Culturais da Cidade de Nova York, em associação com a Câmara Municipal. A Smart Family Foundation de Nova York, Fundación Ama Amoedo e o The Cowles Charitable Trust fornecem suporte adicional.

Para acompanhar esta exposição, a Americas Society lançará o livro This Must Be the Place: An Oral History of Latin American Artists in New York 1965-1975 com o apoio de nosso co-editor, Institute for Studies on Latin American Art (ISLAA).

Americas Society agradece o generoso apoio dos membros do Círculo Arts of the Americas: Estrellita B. Brodsky, Virginia Cowles Schroth, Emily A. Engel, Diana Fane, Galeria Almeida e Dale, Isabella Hutchinson, Carolina Jannicelli, Vivian Pfeiffer e Jeanette van Campenhout, Phillips, Gabriela Pérez Rocchietti , Erica Roberts, Sharon Schultz, Diana López e Herman Sifontes e Edward J. Sullivan.

Related

Explore