Main menu

Voto latino deve forçar lei de imigração

November 08, 2012

O presidente reeleito dos Estados Unidos, Barack Obama, deverá promover poucas e escassas mudanças na política para a América Latina e em temas sensíveis à população hispânica em seu segundo mandato. A transformação mais esperada, se ocorrer, será na postura intransigente do Partido Republicano no Congresso diante de questões como a reforma migratória, de grande interesse dessa fatia do eleitorado que acabou sendo decisiva no resultado da eleição.

Segundo cálculos da Associação Nacional de Funcionários Latinos Eleitos e Designados, sediada em Washington, cerca de 12,2 milhões de hispânicos — aproxi - madamente 10% do eleitorado — foram às urnas na terça-feira, um aumento de 26% em relação às eleições presidenciais de 2008, que totalizou 9,6 milhões. E eles votaram em peso em Obama….

“Se os republicanos fizerem uma leitura correta dessa eleição, eles terão que deixar de lado sua postura rigorosa sobre a reforma migratória no Congresso”, disse ao Valor Eric Farnsworth, vice-presidente do Council of Americas. “Se eles não mudarem, perderão para sempre o eleitorado latino....”

“Os latinos votaram nos democratas não somente por uma questão de campanha eleitoral, ou de quem é o candidato. Mas por uma questão de substância, pelas políticas que cada partido avalizou ”, afirmou Farnsworth.

Para ele, há muito espaço para o crescimento do Partido Republicano entre esse eleitorado. Em temas sociais, como o aborto, direitos dos homossexuais e segurança, os hispânicos são conservadores e têm mais afinidade com os republicanos do que os democratas, segundo Farnsworth....

 

Clique aquí para acessar o artígo completo.