Main menu

Exposição no MoMA retrata arquitetura do Brasil e de outros países da região entre 1955 e 80

March 29, 2015

NOVA YORK — O processo de urbanização da América Latina depois da Segunda Guerra Mundial produziu alguns dos mais inventivos exemplos da arquitetura moderna no mundo. Em 1955, o MoMA de Nova York se apressou em jogar luz sobre uma década de projetos na região. E agora, 60 anos depois, o museu volta ao tema, com foco no quarto de século seguinte — período marcado por um complexo clima político — e a missão de fazer justiça a uma era de trabalhos impactantes que, globalmente falando, nunca alcançaram o lugar que merecem.

— Tenho três diplomas americanos em História da Arte, mas não me ensinaram nada sobre arquitetura latino-americana — lamenta o organizador da mostra, Barry Bergdoll, professor de História da Arquitetura Moderna da Universidade de Columbia e curador do Departamento de Arquitetura e Design do MoMA....

....a Americas Society, também em Nova York, explora até 16 de maio o design de três países na exposição “Moderno: Design for living in Brazil, Mexico and Venezuela, 1940-1978”. São 80 peças e desenhos; do Brasil, foram selecionados nomes como Sergio Rodrigues, Geraldo de Barros, Joaquim Tenreiro, Paulo Mendes da Rocha e Lina Bo Bardi. Lina, cujo centenário se completa este ano, também inspirou, na semana passada, uma série de debates na sede do Instituto Americano de Arquitetos em Manhattan....

Ler o artigo completo aquí.